Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sou mãe.

por Mia, em 16.08.17

Encho a boca para dizer "o meu filho". Saiu-me, naturalmente, desde o primeiro dia, "o meu filho". Trato-o por "meu amor", e diz quem vê que é a coisa mais estranha, logo eu, tão fria. Estou feliz, mas cansada, irritadiça, assustada. Feliz, não sei se já disse? Ainda assim acho que chorei todos os dias desde que ele nasceu. As hormonas são tramadas e o baby blues é mesmo uma coisa real. Olho para ele e penso que um dia inevitavelmente vai sofrer de alguma forma, seja um joelho esfolado ou um desgosto de amor, e desabo a chorar, coitadinho do meu menino. Tenho medos que nem sabia serem possíveis, e todas as teorias que tinha memorizado desaprendi. Não faço nada sem pensar duas vezes, e aquela história da culpa das mães é tão verdade que assusta. Estou feliz, mas ainda não estou a 100%. Voltarei, espero, em breve à programação habitual.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da bonança depois da tempestade

por Mia, em 15.08.17

A “rainbow baby” is a baby that is born following a miscarriage, stillbirth, neonatal death or infant loss.In the real world, a beautiful and bright rainbow follows a storm and gives hope of things getting better. The rainbow is more appreciated having just experienced the storm in comparison.

 

IMG_8279.JPG

 

 

Bem vindo, meu "pequeno" arco-íris

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aquela amiga que liga e:

por Mia, em 04.08.17

- Então, está quase! estás nervosa?

- Não.

- Deves estar com tanta ansiedade, não?

- Nem por isso, para já estou calma.

- Imagino, deves estar mesmo ansiosa.

- .... (dizer o quê?!)

- Tens passado bem?

- Sim, só ando com algumas insónias.

- Pois, é dos nervos, de certeza.

 

 

Pronto, então está bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Embirrações

por Mia, em 03.08.17

Sabem aquelas pessoas que se referem aos seus filhos como "o meu Manel" ou "a minha Joaninha"? Sempre "o meu..." antes do nome da criança? Enervam-me. Muito. Mas mais do que isso, enerva-me quando fazem isso com o meu filho, e se referem a ele como "o meu X". Ainda hoje ouvi a frase: "ai nem acredito que dentro de dias vai nascer o meu X" e fiquei piursa, fico sempre. Como lhe explicar que o puto é meu e não dela?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

"a tua barriga está imensamente descaída, isso está mesmo quase"

e

"ui, ainda demora, tens a barriga tão subida!"


Decidam-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bem sei que ando irritadiça q.b.

por Mia, em 03.08.17

Mas aquele comentário: "vi uma foto tua no sítio X!" ou "vi uma foto tua a fazer Y!", quando a foto em questão foi postada por mim numa rede social onde me segues porque eu deixo... é mesmo necessário? E sendo, é preciso fazê-lo sempre que eu posto alguma coisa? Pelo amor da santa, não me enervem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Trabalho vs. Casa

por Mia, em 02.08.17

Na minha vida profissional, sou paga para apontar os erros dos outros. Tal e qual. O meu objectivo é identificar os pontos de falha dos meus colegas e colaboradores, e perseguir a sua resolução, de forma a que todos juntos consigamos produzir mais e melhor, e não tenho qualquer problema em fazê-lo. Não me custa apontar o dedo, e mentiria se dissesse que não me dá um certo prazer.

 

Mas em casa a coisa muda de figura.

 

A minha empregada não limpa debaixo dos sofás ou atrás da cama. Vejo teias de aranha junto ao tecto e nas calhas das janelas. É recorrente que ela estrague qualquer coisa (acontece a todos), e não avise - deixa-me doente!! Retira os objectos dos sítios para limpar, e depois deixa-os desarrumados. Não troca os blocos sanitários das sanitas (fico podre com esta). E eu? Eu assisto, calada, ando atrás dela a corrigir os erros, não me queixo.

 

Alguém me explica porque é que, dentro das minhas quatro paredes, sou uma pamonha?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desgracei-me nos saldos online

por Mia, em 01.08.17

Estava com tanto medo de deixar de ser uma pessoa normal e só ver coisas de bebé à frente (passei ali brevemente pelo lado negro), mas de repente começaram os saldos e foi a loucura.

Desgracei-me nos saldos online. E estou contente com isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Toda a minha vida quis ser mãe. Mas não só. Ser mãe não me chegava, toda a minha a vida quis estar grávida. Como é possível querer tanto algo do qual temos tanto medo? Não se explica.



Uma das maiores angústias da minha existência sempre foi não saber se conseguiria cumprir este objectivo. Porque conheço de perto outras realidades: quem tenha adoptado, quem tenha tido necessidade de recorrer à fertilização in vitro, quem tenha desistido, quem nunca tenha tido a mínima hipótese. Nunca tomei como garantida a hipótese de ser mãe.

Não sei se vai correr tudo bem daqui para a frente - tenho fé que sim - mas sei que sou mãe. Que tenho o meu filho na barriga há nove meses, que com todos os seus altos e baixos, que esta foi a melhor experiência que vivi.



Não sinto que tive que ser eu a ter a criança. Não sinto qualquer tipo de rancor pelo facto de ter que ser eu a fazer o trabalho duro, e ainda que brinde o paizinho da criatura com comentários do tipo "o que é que me foste fazer?!?!" ou "a tua parte foi fácil, foram dois minutos de diversão", acho que é bastante óbvio que estou a brincar.



Ainda que vos tenha desfiado aqui todos os podres desta bela fase (alguns, vá), acho que não há necessidade de vos contar aquelas coisas que toda a gente sabe e que nos impingem nos livros de grávida: é incrível. Se foi fácil? Não foi, não está a ser. Não é suposto ser, acho eu. Mas valeu a pena - já valeu completamente a pena, mesmo que ainda não o tenha nos braços. E isso é espetacular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maizena, Lipton Ice Tea, Corine de Farme, Ambre Solaire, Compal, Mitosyl, Skip, Carte D'or, Baby Dove, Woolite, Mimosa sem lactose... podia ficar aqui o dia todo. O que é que estas marcas/produtos têm em comum?

 

 

Má publicidade.

 

 

Quando de repente meia blogosfera começa a ser intolerante à lactose, ou tem pele atópica, ou resolve desenterrar memórias dos tempos em que os pais lhe faziam papa com maizena, ou qualquer outra história da carochinha que sirva para atirar areia para os olhos de quem lê e publicitar descaradamente um produto qualquer, é certo e sabido que a minha vontade de adquirir esse mesmo produto desce abaixo de zero. Pergunto-me se é só comigo que isto acontece, mas sei que não, basta abrir qualquer caixa de comentários para perceber que não. Mas ainda há alguém que acredite que isto funcione?

Autoria e outros dados (tags, etc)

<3

por Mia, em 28.07.17

Sem Título.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda sobre o agendamento do parto

por Mia, em 28.07.17

Há algo de tão frio e pouco natural nesta coisa de escolher o aniversário de um filho, que me deixa imensamente triste.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E não estou contente com isso.

 

 

Parece confuso?

 

 

É aquela palavrinha ali que me faz espécie, "electiva". Que diz que "escolhi" fazer uma cesariana, que me faz sentir mais fraca, menos capaz, de alguma forma menos digna.

 

 

Não sou de fanatismos: já aqui disse que queria um parto natural, pelas vantagens comprovadas, mas se tivesse que fazer uma cesariana aceitaria pacificamente. Mas não "tive que". Foi-me recomendado que o fizesse, devido ao peso da criança e à perspectiva de um parto complicado, mas em ultima instância a decisão foi minha, nossa, e decidimos os dois que não valia a pena correr o risco. Decidimos que o bebé, eu, e a nossa família somos a prioridade.

 

 

Então porque me sinto assim? Porque sinto que estou a falhar? Porque é que tenho vergonha da minha opção, como se escolher evitar um parto traumático fosse uma coisa terrível?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Overly attached uterus

por Mia, em 27.07.17

38 semanas hoje, e não há meio de esta criança sair daqui...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recapitulemos: 10 meses de atraso na obra, contrato expirado há dois meses, ainda coisas por concluir, algumas das quais gravíssimas.

 

Ontem o fulano da empresa "chave na mão" vem cá, fotografa-me o exterior da casa e posta nas redes sociais, com um texto bonitinho a gabar-se de "mais um projecto concluído com sucesso". Depois de eu ter proibido, explicitamente, a divulgação de imagens da minha casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De repente, todas as grávidas que me faziam companhia já tiveram as suas crias, e eu continuo aqui, à espera...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ora entao foda-se.

por Mia, em 26.07.17

Tenho estrias. Já falei aqui disso, e sei bem que fiz asneira no início da gravidez, mas foi agora, no final, que elas resolveram aparecer. E não é uma ou duas, daquelas que toda a gente tem e com as quais se vive (relativamente) bem.

 

Nada disso.

 

São pretas/vermelhas. Grandes, gigantes. Sei que não ajuda ter um bebé pesado que deu a volta muito cedo. Sei que a barriga caiu com o peso, e nota-se bem que a pele esticou até partir. Vê-se bem onde está o peso acumulado, e tenho o baixo ventre todo marcado, mas fogo. Eu pus creme todos os dias. Eu pus óleo, eu usei a porra da cinta para ajudar com o peso. E agora??

 

Tenho aplicado um sérum corrector, dizem que ainda é possível minimizar os danos enquanto estiverem assim vermelhas, mas será mesmo? E vocês, o que acham/recomendam? Se conhecem algum remédio infalível, agora seria uma boa altura para o partilhar com esta alma desesperada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho lá fora os senhores da piscina, para terminar a montagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

s.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cada um a puxar para o seu lado, num excitex louco de quem quer que o puto nasça no seu dia. Eu? Eu gostava muito que o meu filho tivesse um dia só dele...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Oh, não gostaste do que escrevi?




Quem vem lá

Site Meter