Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




1 Mês depois: a mãe

por Mia, em 16.09.17

Este post já vem um pouco depois do mês, mas também isso traduz o que é ser mãe: prioritizar tudo e fazer as coisas quando dá.

 

Então Mia, como te estás a dar com isto de ser mãe?

Bitch please:

Ok, se calhar não está tuuuudo controlado. Não sou a mãe perfeita. Nem a super mulher (um choque, eu sei). Há dias em que não consigo fazer tudo, outros rendem mais. Cada dia é diferente, não existe uma rotina rígida nem bem estabelecida, e eu estou a aprender a lidar com isso.

 

Neste primeiro mês, aprendemos a descomplicar o bebé: amamentar já não custa tanto. Tirar leite já não é dramático. Já lhe visto qualquer coisa sem medo de o partir - até mesmo aquelas camisolas que entram pela cabeça. As fraldas mudam-se em piloto automático. Forço-me a não pensar nos dramas da vida (e se um dia ele tiver uma febre? e quando cair pela primeira vez? e se alguém algum dia o tratar mal?). Aos poucos, as coisas vão sendo menos difíceis.

 

Eu também estou melhor. O corpo recuperou bem do parto, e apesar de ainda não ter reavido a sensibilidade na zona da cicatriz (dizem que pode demorar até um ano), não tive problemas de maior com a parte física da coisa. Emocionalmente também me sinto bem. Já não choro todos os dias. Na verdade não me lembro quando chorei pela última vez, o que só pode ser bom sinal.

 

Morria de medo de estar sozinha em casa com o bebé, mas de repente já estamos nessa vida há mais de duas semanas e tem corrido tudo bem. Ele está bem alimentado, a crescer bem, a cumprir com as metas de desenvolvimento esperadas. É um risonho bem disposto. A casa está limpa e arrumada. A roupa está lavada, passada e arrumada nos armários. As camas são feitas de lavado, as toalhas e tapetes são trocados com a frequência normal. Já consigo tomar banho todos os dias quando estou sozinha com ele (no início era só à noite, quando o pai chegava), e não me esqueço de lavar os dentes (aconteceu). Já fui à depilação e à manicure, e nos melhores dias até me dou ao luxo de gastar algum tempo a esticar o cabelo - lá porque estou sozinha em casa não quer dizer que tenha que parecer um ogre. Já não passo os dias de pijama. Tenho cozinhado o almoço todos os dias, e às vezes o jantar. Já fui às compras. Comecei a organizar o álbum de gravidez. Consegui até ler algumas revistas. Nos melhores dias, sento-me com um café e um chocolate e gasto alguns momentos a escrever aqui no estaminé, e a agendar posts. Não tenho as leituras de blogues em dia, mas lá chegaremos. Aos poucos, a vida começa a ganhar rotinas e uma sensação de normalidade, ainda que seja um novo normal.

 

Acima de tudo, já não tenho tanto medo, o futuro (e o presente) já não me assusta (tanto), e começo a acreditar que tenho a coisa - de alguma forma - controlada.

 

E o casal?

Ainda não reencontramos o nosso equilíbrio. Gostava de dizer que tem sido tudo um mar de rosas, mas não seria verdade. O nascimento do pequeno monstrinho despertou nas pessoas à nossa volta uma ligeira obsessão. Limites foram ultrapassados, e isso mexeu com a nossa estabilidade conjugal. Mas sobre isso falarei, talvez, depois. Por enquanto esforçamo-nos por reagrupar adaptar a nossa relação à nova realidade. E acredito que correrá tudo bem, sei que ambos estamos a dar o nosso melhor, e isso basta-me. O resto vem com o tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Nuvem a 16.09.2017 às 13:17

acho que o nascimento de um filho obriga, automaticamente, a mudanças na nossa vida de casal. mas o amor também é isso, ajustar-nos na diferença. vai correr tudo bem com certeza! e fico muito feliz por já não chorares... deves passar é o dia a sorrir ao olhar para o teu menino, tamanha é a baba ;) beijinhos grandes
Imagem de perfil

De Mia a 20.09.2017 às 13:52

É verdade, acho que aos poucos vamos reorganizando a vida, incluindo a nossa relação :) beijinho
Sem imagem de perfil

De Aninhas a 16.09.2017 às 16:25

É mesmo assim! Vamo-nos adapetando às situações! Prq essa amostra de gente:-) ocupa-nos mto tempo, mas nós mulheres, mães, donas de casa, e empregadas, damos conta de tudo! Felicidades pra todos!
Imagem de perfil

De Mia a 20.09.2017 às 13:52

Não sei se dou conta de tudo, mas vou tentando fazer o melhor que sei :) beijinho
Imagem de perfil

De David Marinho a 17.09.2017 às 13:18

Isso é que são boas notícias. E tudo a correr pelo melhor!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Oh, não gostaste do que escrevi?




Quem vem lá

Site Meter