Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




E o resto do quarto?

por Mia, em 22.05.17

Ikea.

 

Quem me conhece sabe que sou a maior fã da loja - e das almôndegas! Gosto da simplicidade, gosto dos preços, gosto da facilidade que é comprar no Ikea, e, admito, adoro aquela parte da montagem que a maioria das pessoas odeia.

 

 

A mobília já estava mais ou menos escolhida desde a gravidez anterior. Queríamos um trocador com espaço de arrumação para ter tudo ali à mão. Não tendo sido amor à primeira vista, este pareceu-nos uma opção decente. Ainda chegamos a procurar em outras lojas, ou não correspondiam às características que procurávamos ou tinham preços exorbitantes, por isso ficou mais ou menos decidido. Tem a vantagem de se poder alterar a estrutura para ter mais ou menos gavetas e de, mais tarde, ser possível convertê-lo numa pequena secretária.

 

 

A cama de grades não tinha grande assunto: queríamos que fosse simples e branca. Numa primeira análise consideramos esta, mas a que mais gostamos era mesmo a que fazia conjunto com o trocador. Por nenhum motivo especial, não acho que as gavetas extra fossem assim tão necessárias nem coisa que o valha, era uma questão meramente estética e por isso na primeira gravidez tínhamos posto de parte a ideia - afinal de contas, 50€ a mais por ser bonito não parecia motivo suficiente. Mas entretanto, sei lá, talvez meio embriagados por tudo o que aconteceu, decidimos que o preço extra não era assim tão importante e acabamos por optar mesmo pelo conjunto todo.

 

 

Fizemos a ecografia do primeiro trimestre no final de Janeiro, estava o Ikea com promoção em todo o mobiliário de bebé, por isso avançamos logo com isso, apesar de as coisas só terem saído dos caixotes há coisa de um mês e pouco. Na loucura, veio o trocador, veio a cama, e veio ainda o banco de arrumação, qualquer coisa parecida com isto:

 

ikea-a-fresh-look-for-a-first-bedroom__13643119928

Apesar de já sabemos o sexo, optamos pelas frentes todas brancas (estão disponíveis em várias cores), porque queríamos um espaço tranquilo e "zen", e acho que os acessórios já lhe dão os apontamentos de cor necessários.

Para completar o ramalhete, compramos ainda uma cadeira de baloiço, vamos lá ver se é confortável:

 

BAZ0181.jpg

 

De resto, optamos pela velha máxima "less is more". Uma parede com riscas da qual já vos falei aqui, nada de grandes bonecadas, azul e cinza para destoar do branco-hospital, nuvens e estrelas all around. A peça-fetiche do quarto foi um teepee que foi um verdadeiro achado e do qual talvez vos fale mais tarde. Cravei ajuda a familiares, escolhi um tecido de padrão azul que achei bonito e fizeram-me um almofadão semi-rígido para o interior do teepee, bem como os forros dos cestos que já albergam a roupa interior no trocador, e outros detalhes de decoração. Posso estar a ser facciosa, mas acho que está de se comer!

 

 

Por agora, e porque o bebé vai nascer no verão, adiamos o tapete. Lá para o outono pensaremos nisso com mais atenção. Ficam só a faltar os estores, que ainda não consegui encontrar como queria, et voilá! Praticamente terminado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Oh, não gostaste do que escrevi?




Quem vem lá

Site Meter