Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E depois ela disse:

por Mia, em 03.07.17

"Eu tenho muita sorte com o meu homem, muita sorte mesmo. Ele sai à noite à sexta e sábado, mas o domingo é sagradinho, é reservado para a família".

 

Sendo que ela tem a minha idade (super jovem, portanto), dois filhos pequenos, e ele ainda fica a "trabalhar" até mais tarde sistematicamente. Mas tem muita sorte, pois que tem, que ele ao domingo dá-lhe a honra de fazer companhia à família. Na volta até é daqueles que "ajuda" com os filhos às vezes. Sortuda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ironia

por Mia, em 16.05.17

A mesma pessoa, momentos depois, perguntar-me a respeito de um possível tratamento para a doença crónica do seu animal de estimação. E a vontadinha de o mandar beber água do luso???

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pérolas a porcos

por Mia, em 16.05.17

Tentar usar lógica com um anti-vaxxer que argumenta que as doenças não foram erradicadas pelas vacinas, mas sim pela água potável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

gugu.PNG

 

O que me choca mais é todo o rebanho que diz ámen com as baboseiras que este anormal debita...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho uma memória incrível para coisas irrelevantes.

Por exemplo, quando recentemente li a Pipoca a defender que o creme da Mustela para a pele atópica era o que usava no filho desde sempre e era espetacular, lembrei-me imediatamente daqueles posts todos em que o Mitosyl é que era a melhor invenção desde a roda e a única coisa que punha na pele do pequeno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Help!

por Mia, em 25.01.17

Já vos tinha falado aqui da saga das formigas, e andava desesperadinha até que a Vera me falou disto. Comprei imediatamente e, durante uns dias, foi maravilhoso. Elas caiam que nem tordos, todos os dias limpava dezenas de cadáveres de formigas, e voltei a ser feliz.

 

Até ontem.

 

Ontem cheguei a casa e tinha - e não pensem que estou a exagerar - CENTENAS de formigas vivas. As putas andavam mesmo por cima da armadilha, felizes e contentes, nem ligavam. Para mim, foi certamente uma manifestação contra o que estava ali a acontecer nos últimos dias, e acreditem: a união faz MESMO a força, porque eu fechei a porta e fugi, num ataque histérico, quando deparada com aquela visão do demo.

 

Entretanto ganhei coragem e voltei, pulverizei-as com biokill, e ganhei esta batalha. No entanto acho que a guerra está longe de ter acabado. Agora digam-me: o que faço à minha vida? Pego fogo à casa? Compro dezenas de armadilhas e forro os parapeitos com elas? Corto os pulsos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Tanta coisa para comentar, que nem consigo dizer nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não és o centro do mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:04

Jackie-Chan-WTF.jpg

 

 

Desculpem qualquer coisinha, hoje estou ácida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Nada temam.

por Mia, em 25.10.15

São pessoas que claramente mal nos conhecem. Se nos acompanhassem no dia a dia apostavam que não chegávamos ao fim do mês.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aparentemente há quem aposte que não ficamos juntos até a casa estar pronta, quanto mais até ao casamento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Podes chamar Constança, Carlota, Carminho, Caetana ou Concha à tua cria. Podes enfiar-lhe um colar e encher-lhe o braço de pulseiras para ela usar na praia (a sério, a miúda tem uns 3 anos, no máximo...) e vestir-lhe o fato de banho com mais folhos que encontrares. Podes tratá-la por você o tempo todo. Mas se continuares a cantar-lhe "eu só quero cuecas amarelas! cuecas amarelas! cuecas amarelas!" continuarás a ser um parolo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já deito refugiados pelas orelhas

por Mia, em 10.09.15

Mas pior, pior mesmo, é a quantidade de hipocrisia que leio por esta internet fora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por Mia, em 02.09.15

Fui a um casamento e uma das leituras falava sobre como a mulher deve ser submissa, que a mulher virtuosa é a mulher silenciosa e serena.

 

Depois o padre disse que foi a noiva que escolheu aquela passagem.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fruta da época

por Mia, em 16.06.15

Trouxe para o trabalho uma caixinha com cerejas, devidamente lavadas. Já ia a meio quando vi qualquer coisa a mexer no fundo e dei de caras com um morcão. Quantos comi antes? Quem sabe. Só sei que se estivesse a comer um croissant com manteiga não me aconteciam coisas destas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pois aqui a vossa amiga encomendou um jogo de panelas, e uma delas vinha com defeito. Liguei para o apoio ao cliente da loja, e sim senhora, faremos a devolução, é só enviar fotografia do artigo danificado. Muito bem, vai de tirar a panela da caixa e ajoelhar no chão de telefone em punho, porque afinal, não quero cá mostrar detalhes da minha casa, e assim não se vê mais nada a não ser a panela e a madeira do chão. Tirei meia dúzia de fotos e enviei.


Passadas umas horas fui apagar as fotos do telemóvel: medo, pânico horror. Ali, reflectida em cada uma das fotos da panela estava eu, aninhada sobre ela, com o cabelo apanhado ao alto e um decote até aos joelhos (salvo seja)... Vale-me o telemóvel e a sua capa em forma de panda gigante*, que pelo menos me tapou a fronha em todas as fotos.

 

 

 

 

*sim, tenho 5 anos. Xô.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Por agora é só isto.

por Mia, em 05.05.15

Uma das minhas "amigas" do facebook mudou a sua foto de perfil para uma foto da pança dela, desnuda, com uma fita à volta atada de lado num laçarote.

Depois tenho inflamações nos olhos, pois claro que tenho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que, numa base diária, se lembra de me pedir coisas que não lembram ao diabo. E a quem não posso dizer que não, e quem pode não diz. Já há muito muito tempo que não me lembrava de ter acessos de raiva como agora tenho a cada 10 minutos. Achei que devia partilhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51

Era uma vez uma jovem linda e esbelta que fazia tudo pela sua família. Estava sempre lá quando era preciso, fossem as horas que fossem, nem que tivesse outras 3000 coisas mais interessantes para fazer, se alguém precisava ela estava lá. Um dia um cabrão de um charlatão entrou na família, por via de ser o "namorado"* da mãe da jovem, e achou que giro, mesmo giro, era correr com filho da tal mãe, irmão mais novo da belíssima jovem, rapaz ainda dependente da mãe e com problemas seus q.b. A miúda, que não tem sangue de barata e sempre aprendeu a defender os seus mais do que a si própria, armou um escarcéu, chamou todos os nomes e mais alguns ao gajo e disse toda a merda que boa educação a tinha feito manter calada durante demasiado tempo. A família criticou-a, virou-lhe as costas, e agora são todos muito felizes - a família e o charlatão, entenda-se.

Fim.

 

 

*a razão destas aspas dava conteúdo para outra história. Lá chegaremos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:03


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Oh, não gostaste do que escrevi?




Quem vem lá

Site Meter