Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A festa do ano - parte 1

por Mia, em 10.08.18

Monstrinho fez um ano no dia 4 de Agosto, e nós planeamos uma festinha no jardim. É claro que esse foi o momento em que os astros se alinharam para proporcionar o dia mais quente do séc.XXI. Adorável.

 

Entre os meus ataques de ansiedade e um bafo descomunal que só se aguentava debaixo do ar condicionado, acabou por correr tudo bem. A festa, essa comecei a prepará-la ainda durante a licença de maternidade alargada.

 

Nunca fiz questão de fazer um festão. Mas dá-se o caso de ambos termos família próxima muito extensa, e era impossível cortar pessoas da comemoração. As alternativas eram: faz-se festa para 80 pessoas, ou não se faz nada. E embarcamos nessa loucura aventura.

 

Comecei em Março a encomendar coisas do ali express. O tema, esse foi escolhido logo: nuvens e arco íris. Essencialmente por três motivos: porque é provavelmente o único aniversário dele em que sou eu que escolho o tema; por causa de todo o simbolismo do arco-íris; porque quero e posso.

 

Queria ser eu a fazer tudo - e acho que foi o que em parte me tramou.

 

O bolo:

Tenho algum domínio na cena da pasta de açúcar, mas queria um bolo ligeiramente diferente. Vasculhei a net em busca de bolos arci-íris e esta foi a minha inspiração:

9.jpg

Mais difícil do que parece. Vi tutoriais, fiz três bolos de teste. Red velvet com cobertura de mascarpone, o bolo da moda que me pareceu ideal para uma tarde de verão. Acertei com a receita na primeira, com a consistência no segundo teste, mas a estética estava-me a matar. Entre o 2º e o 3º ensaios pensei desistir. Tentei contratar quem me fizesse o bolo, mas estavam todos ocupados para a data. Mais tutoriais, introduzi o conceito de aros de corte, e a coisa deu-se. No dia, acho que apenas duas coisas correram mal. Três, vá. Primeiro, experimentei uma marca de corante nova e as cores saíram mais desmaiadas do que esperava. Depois não nivelei as camadas. Como o bolo tinha dois andares, a altura do andar de cima ficou maior do que gostaria. por último, planeei canudos internos no andar de baixo para impedir o bolo de afundar, mas não para cima. Com o peso e calor, o bolo começou a pender para o lado, mas nada de crítico. Estava bom e foi feito com carinho, não é o que mais importa? Em cima levou jelly beans e uma velinha com um 1. Simples assim.

 

Mas não ficamos por aqui! Porque eu achei que tinha pouco o que fazer, e então fiz mais um, só porque sim, desta vez em pasta de açúcar, inspirado neste:

Capture.PNG

Inspirado, mas não igual, até porque era significativamente mais baixo. Com o calor que estava, não arrisquei por o arco-íris em pé. As nuvens tinham cara igual aos convites - sim, fiz convites - E não tinha borboletas. Sem falsas modéstias: ficou bonito, tão fofo que ninguém teve coragem de o partir.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?