Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Toda a minha vida quis ser mãe. Mas não só. Ser mãe não me chegava, toda a minha a vida quis estar grávida. Como é possível querer tanto algo do qual temos tanto medo? Não se explica.



Uma das maiores angústias da minha existência sempre foi não saber se conseguiria cumprir este objectivo. Porque conheço de perto outras realidades: quem tenha adoptado, quem tenha tido necessidade de recorrer à fertilização in vitro, quem tenha desistido, quem nunca tenha tido a mínima hipótese. Nunca tomei como garantida a hipótese de ser mãe.

Não sei se vai correr tudo bem daqui para a frente - tenho fé que sim - mas sei que sou mãe. Que tenho o meu filho na barriga há nove meses, que com todos os seus altos e baixos, esta foi a melhor experiência que vivi.



Não sinto que tive que ser eu a ter a criança. Não sinto qualquer tipo de rancor pelo facto de ter que ser eu a fazer o trabalho duro, e ainda que brinde o paizinho da criatura com comentários do tipo "o que é que me foste fazer?!?!" ou "a tua parte foi fácil, foram dois minutos de diversão", acho que é bastante óbvio que estou a brincar.



Ainda que vos tenha desfiado aqui todos os podres desta bela fase (alguns, vá), acho que não há necessidade de vos contar aquelas coisas que toda a gente sabe e que nos impingem nos livros de grávida: é incrível. Se foi fácil? Não foi, não está a ser. Não é suposto ser, acho eu. Mas valeu a pena - já valeu completamente a pena, mesmo que ainda não o tenha nos braços. E isso é espetacular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?