Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em primeiro lugar, e salvo aqueles momentos em que de repente se me dá um mini-ataque de pânico porque penso "omg esta criança vai ter que sair daqui... como???", tenho evitado pensar nesse assunto. Sou pessoa que sofre dos nervos, e parir não é algo que me entusiasme por demais.

 

Adiante, respondi aquilo que tenho pensado cá para comigo já há muitos anos: preferir preferir, era uma cesariana, porque tenho pouca fé em mim e acho mesmo que não aguento um parto natural. Não sou capaz, pronto, não confio. No entanto um parto natural é melhor para o bebé, dizem. E para a mãe também. Se o natural é o melhor para o bebé, pois que assim seja. Gostava muito de o evitar, mas a menos que haja algum motivo médico para o fazer, seguirei para o natural.

 

 

Choque.

Escândalo.

Indignação.

 

 

Que eu não sei o que digo, que sou uma maluquinha, que um parto natural é do melhor que há.

 

Ora, a ver se a gente se entende.

Eu disse que, salvo indicações médicas em contrário, iria por essa via, pois disse?

E que sabia muito bem que era o melhor para o bebé, certo?

Então, mas mesmo assim, não posso dizer que explulsar um ser humano pelo pipi é coisa que não me agrada por demais? Hum?

Não chega fazê-lo, tenho também que dizer amén com tudo e não posso ter opinião, é isso?

 

 

Alguém me ajude, porque ainda nem pus o puto cá fora e aparentemente já estou a falhar nisto da maternidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Dama de espadas a 16.02.2017 às 20:19

Sim sou eu. Deixei as escritas mas sigo quem eu gosto... E tu és uma delas. Primeiro deixa me dizer te parabéns! Que feliz que fiquei quando li que vinha aí um baby.
Os medos são normais dado ao teu passado e fazem parte...
Prepara te que nisto das mummys e babys é uma salgalhada. Nunca estamos a fazer tudo bem. Nunca.
Posto isto eu morria de medo de um parto natural e dizia que nem eu assistia ao parto se pudesse (quando perguntava, se o pai iria assistir) e no dia D a herdeira nasceu de parto naturalissimo... E passado umas pequenas horas já andava toda fresca ao passo que as companheiras de quarto estavam presas em camas e c dores (cesarianas e anestesias a passar) ...


:)
 Beijo m'lher! 
Felicidades 
Imagem de perfil

De Mia a 17.02.2017 às 15:45

Seja bem aparecida!!Obrigada :)
Por acaso é uma coisa que tenho reparado já, nunca nada é bom o suficiente, credo. Isso e toooda a gente tem um palpite e acha que eu tenho que o seguir.
Espero ter a mesma sorte que tu, morro de medo só de pensar (sou tão caguinchas!!!)

Beijinho **
Imagem de perfil

De nervosomiudinho.blogs.sapo.pt a 17.02.2017 às 15:36

Podiam inventar partos tipo star trek, beam me up:tava lá dentro, piscavas os olhos e pumbas estava cá fora. Sem anestesia, sem dor, sem pontos. Se fossem os homens a parir, já os tinham inventado. 
Imagem de perfil

De Mia a 17.02.2017 às 15:43

Ainda ontem dizia ao meu homem, em resposta à pergunta "então querias ter o parto como?": ora bem, a pessoa ia dormir ne? Depois durante a noite vinham os anjinhos e por artes mágicas tiravam o bebé cá para fora, lavavam, vestiam, embrulhavam numa mantinha. Depois uma borboleta acordava-me suavemente com o seu bater de asas no meu ombro, eu levantava-me e os anjinhos depositavam-me o bebé no colo. Voilá!
Nunca inventam as coisas de que uma pessoa REALMENTE precisa...
Imagem de perfil

De randompiecesofme a 18.02.2017 às 14:12

Como eu te compreendo! Tenho a mesma opinião relativamente a esse assunto, mas toda a gente me chama maluca. Haja paciência!
Boa sorte para ti e para o bebé! Image
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 17:49

Muita gente tem a necessidade de tentar evangelizar todos nas suas teorias... haja paciencia!
Obrigada :)
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 18.02.2017 às 14:43

Isto é simples: pensas muito antes, quando está a acontecer nem tens tempo para pensar, ou melhor queres é que seja o mais rápido possível, nem importa como, e pronto, quando o puto está cá fora deixas de pensar porque passaste a ter um mini cérebro que pensa por ti. :)
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 17:49

Ahahaah, parece-me um plano!
Sem imagem de perfil

De gato riscado a 18.02.2017 às 15:11

Parto normal ou não, certo é que ele tem que vir ao mundo, cá de fora.
Se o parto normal é melhor ou não, não sei, penso que o mais importante, é mesmo acompanhá-los cá fora, porque da maneira que vêm, sendo natural ou não penso que não faz diferença nenhuma; excepto nas dores.
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 17:56

Sim, ele vai ter de sair, seja de que forma for...
Pelo que tenho leio é diferente e é melhor para ambos se o parto for natural. Daí dizer que optarei por essa via, se me for possível. Mas não gosto, pronto. Posso não gostar!
Sem imagem de perfil

De gato riscado a 21.02.2017 às 21:36

olá, eu vou-te dar a minha opção pessoal: os meus nasceram de parto normal, embora tenha tido imensas complicações depois, tanto eles como eu, e depois há pessoas que optam pela cesariana e estão finas logo a seguir, tanto os bebés como a mãe. Portanto, nem sempre acontece o previsto como dizem. A cesariana, pelo o que colegas e amigas já me falaram, não tiveram complicações nenhumas, o bebé ficou bem, e tudo correu bem. Já eu optei pelo parto normal, e tive imensas complicações e os bebés também. Eu acho que és livre de escolher.
Imagem de perfil

De Mia a 23.02.2017 às 17:23

Livre livre não sou, no serviço nacional de saúde não se fazem cesarianas "a pedido" por se considerar que não é o mais saudável para nenhum dos dois. Poderia optar por fazer o parto num privado, mas o motivo que faz com que não seja feito por dá cá aquela palha no público é suficiente para mim. Aceito e sigo por aí, se for o que no momento os médicos acharem melhor, tuuuudo bem. Só não me peçam para dizer que vou nessa direção feliz e saltitante, que não vou!
Sem imagem de perfil

De gato riscado a 24.02.2017 às 14:11

A cesariana, se pensarmos bem, é uma intervenção cirúrgica, sempre é mais complicado, se bem que "normalmente" corre bem. Porém, no público, eles só fazem, se a mãe ou a saúde do bebé estiverem comprometidos. Se o que te assusta são as dores, como é normal, sempre podes pedir a epidural, que eles administram, tanto no público como no privado. É sempre uma altura muito " emocionante" que não vais esquecer.
Vai correr tudo bem, vais ver. Abraço.
Imagem de perfil

De Mia a 01.03.2017 às 13:56

Exactamente. Não sei se o que me assusta são as dores, acho que é mais medo de não ser capaz. Um parto natural exige um esforço da mãe, tenho pânico de não conseguir estar à altura (claro que também não adoro a ideia das dores!). Obrigada :)
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 18.02.2017 às 17:44

Primeiro: pôe as 'tuas pessoas' na ordem. 


A primeira frase de um livro já (bem) antigo, de onde estão sempre a sair edições com algumas atualzaçãoes "Meu filho meu tesouro", do Dr. Benjamin Spock, é "você sabe mais de que pensa" (dirigindo-se à mãe).

E podes acreditar, porque é mesmo verdade.


Xô palpites, TU sabes. Quando achas que não sabes procura bem dentro de ti, que está lá a resposta.


Isto claro é fulcral para quando a criança nascer e tu precisares de confiança. Tu e a "tua metade".


Agora em relação ao parto: eu também sonhava com cesariana. Népia, nasceram ambos de parto normal. Ok (podes arrepiar-te) sem epidural. Dez minutos depois deles term nascido estava tão delumbrada, que o que lá tinha ido, lá tinha ido


Não penses no assunto! Ambas as opções têm pontos negativos para nós - diz-me uma sobrinha que teve dois normais e um de cesariana, que lhe cuataram menos os normais que a recuperação ca cesariana (costura sucks). Mas ainda assim - o que nasceu de cesariana foi o segundo, ela teve a terceira, e só não teve a quarta porque perdeu a gravidez... e trriim fechou a fábrica. 
Mas parir três entuiasticamente não pode ser assim tão mau, certo? Certo!


B'jinnhos grandes e a maior das felicidades para vocês três!
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 17:58

Acho que esse primeiro ponto é o mais complicado. De repente, todos têm uma palavra a dizer, e há mesmo quem leve a mal se não seguir conselhos, imagina a loucura!

Tenho lido imenso, e a maior parte do que vejo aponta a cesariana como o pior dos males, dou por mim a pensar que será uma catástrofe se tiver que acontecer. Depois racionalizo. Vamos ver como corre, uma pessoa faz planos mas depois é como tem que ser, ponto.

Obrigada! ***
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 21.02.2017 às 21:55

Conheço bem essa loucura!At+e hoje sou o demos mal agradecdo,lol!


Não agradeças... Image


Tudo de bom para vocês  ImageImageImage
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 18.02.2017 às 22:38

As mães são sempre presas por ter cão e presas por não ter. Acho que é mesmo um das mandamentos da maternidade. Um conselho? Escolhe um médico em quem confies e segue apenas e só os conselhos dele. Os conselhos dele e o teu bom senso. É o melhor que podemos fazer (este conselho foi-me dado pela minha tia quando eu estava grávida da minha filha. Já lá vão 16 anos e ainda o sigo escrupulosamente)
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 18:00

Também me parece. Adoro a minha obstetra, acompanha-me há imenso tempo, e só tenho pena de ela não me poder acompanhar no parto porque apenas dá consultas no privado, acho que metade dos meus medos desapareceriam se soubesse que ela estaria por perto até ao fim.
Também me parece que vou seguir esse conselho, obrigada!
Imagem de perfil

De C.S. a 20.02.2017 às 18:31

Image
Eu ainda não tenho filhos...
Mas palpita-me que no dia que decida ter me vai irritar um bocadinho todo o mundo achar que sabe o que é melhor para a minha vida. 
Imagem de perfil

De Mia a 21.02.2017 às 17:16

Spoiler alert: irrita MUITO mesmo. De repente parece que toda a gente tem voto no que se passa na tua vida, é uma loucura!
Imagem de perfil

De Terminatora a 21.02.2017 às 20:03

Ignore essa gente! Isto não é assim, é assado. Grelhado.. enfim. Toda a gente vai ter uma opinião a dizer. Haja com naturalidade, o quanto possível e tudo vai correr bem! Felicidades
Imagem de perfil

De Mia a 23.02.2017 às 17:20

É verdade, há sempre alguém que acha que sabe mais, mesmo que eu não tenha pedido opinião... Obrigada!
Imagem de perfil

De Terminatora a 23.02.2017 às 17:26

Ainda não sou mãe, mas já cuidei de bebés. Estão de boa saúde, cresceram felizes e não houve nenhuma receita especial :) 
Mesmo que não esteja 100% confiante, não dê a entender isso a algumas pessoas e aconselhe-se com aquelas que são realmente de confiança. ;)
Imagem de perfil

De Mia a 23.02.2017 às 17:31

Acho que ninguém nunca está 100% confiante, não é? Também tive a oportunidade de cuidar de bebés recém nascidos durante algum tempo, por isso nem é que tenha muitas dúvidas existenciais. Tenho algumas, seria tola se não as tivesse, mas no geral nem peço conselho... as pessoas é que insistem em dar!
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 22.02.2017 às 14:27

Como em tudo, há sempre alguém que acha que deve opinar ou que sabe mais do que nós sobre a nossa vida. O-D-E-I-O!!! Dá-me ganas até. Deixa falar quem fala, por muito difícil que seja abstraíres-te do que possam dizer. Piora bastante depois da cria nascer. Eu aprendi a fazer como os pinguins de Madagáscar (esses mesmo do filme), é sorrir e acenar. Depois fazes o que o teu instinto disser, com recurso sempre ao profissional de saúde em que confias se achares necessário.
Quanto a partos, da minha experiência, que fiz uma cesariana (embora de urgência depois do bebé entrar em sofrimento) e depois tive um parto normal (de uma "foca" com quase 4kg), a recuperação deste último foi muito mais rápida. Mas cada caso é um caso e também conheço quem tenha sofrido horrores na recuperação do parto normal. E que este seja o melhor para o bebé também não é bem assim, como vez por mim.  
Imagem de perfil

De Mia a 23.02.2017 às 17:19

Tal e qual. De repente, todos se acham no direito de opinar, e pior! De tentar impor as suas opiniões. Um dia passo-me... depois culpo as hormonas :D
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 23.02.2017 às 20:32

Fazes lindamente 😉! Há que tirar o maior partido desse estado de graça.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?