Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Conduzir durante a gravidez

por Mia, em 25.05.17

Confesso que achei que, por esta altura, já me custaria mais. Não sendo uma pessoa propriamente alta nem com pernas infinitas, sento-me sempre relativamente próxima do volante, por isso antevia que a partir mais ou menos do meio da gravidez a barriga não me deixasse conduzir. Não aconteceu. A barriga ainda me deixa chegar a todo o lado e o puto mantém-se bastante sossegadinho quando vou no carro, por isso conduzir não é um problema, não fossem duas coisinhas: os outros condutores, e o stress do cinto de segurança.



Em relação à primeira não há muito a fazer. Sempre me enervou a estupidez alheia, toda a vida achei que as pessoas deveriam ser submetidas a exames psiquiátricos exaustivos antes de lhes passarem um automóvel para as mãos, sempre me revoltou a quantidade de anormais que têm acesso à arma mortal que um carro pode ser. E desde que estou grávida este meu mau feitio se acentuou bastante: enervo-me, buzino, grito e faço gestos feios às pessoas. Não é bonito, mas é o que é. "Não te podes enervar", dizem-me. Como se fosse uma opção. É certo e sabido, não há dia que pegue no carro sem me irritar profundamente.



Em relação ao segundo ponto, felizmente, as coisas são mais pacíficas. Assustava-me aquela ideia de, numa travagem brusca, o puto ser esmagado pelo cinto. Eu sei, eu sei, as coisas não são beeeeem assim, e ainda que o cinto possa causar problemas, é mais seguro isso do que não usar de todo, mas sou medricas, que querem? Comecei então a ter mais atenção à forma como o colocava, e a tentar seguir ao máximo esta técnica:

art_00943_posicao-cinto-de-seguranca-gravida.jpg

 Acontece que a minha barriga não colaborou.
Esta amostra de barriga não foi, durante muito tempo, suficiente para prender o cinto na zona inferior, o que não ajudava. Até que um belo dia uma amiga me emprestou aquele que foi o meu salvador: o cinto de segurança de gravidez:

direção.jpg

Se é ridículo? TÃO ridículo. Mas é incrivelmente confortável. É uma almofada que se coloca no banco, bem presa atrás, e que prende o cinto entre as pernas, fazendo com que não deslize para cima da barriga. Seguro, simples, e confortável, não sei se disse? Fiquei fã!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:27


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?