Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Devia ser caso de polícia os miúdos que todos os dias são os últimos a sair do jardim de infância".

https://ionline.sapo.pt/637751

 

Se há coisa que me mexe com o sistema nervoso, são pessoas que sabem como viver a vida dos outros. Já a revirar os olhos, entro no artigo. Dou de caras logo com outra pérola: "Costumo dizer que devia ser proibido os jardins de infância estarem abertos depois das cinco."

 

Eu não sei onde é que este senhor trabalha, mas se houver lá um lugarzinho para mim, mando já o meu cv. Adoro este tipo de afirmações fundamentalistas. Adoro. Tanto como espetar garfos nos olhos. Ou comer baratas. Ou ser acordada com água fria pela cabeça abaixo. Ou… vocês percebem a ideia.

 

Vamos então analisar a situação. Uma pessoa - eu, e provavelmente vocês - tem que trabalhar 8h por dia, das 9h as 18h. Faço parte daquelas privilegiadas que consegue demorar 10 minutos do trabalho à creche, e por isso apanho o meu filho às 18h15, o mais tardar. E invariavelmente estão poucas crianças lá a essa hora. Já chegou a estar só ele e mais uma menina. Se gosto? Pois com certeza que não. Se podia evitar? Dificilmente.

 

Trabalhando 8h, a única alternativa seria fazer o horário das 8h às 17h, no entanto não só isso exigiria uma autorização da entidade patronal que provavelmente não conseguiria, como implicaria deixar o miúdo na creche às 7h45 da manhã, ou seja, dava-lhe mais uma hora comigo ao fim do dia, mas tirava-lhe uma hora de sono. Para não falar que, entrando a essa hora, passaria mais tempo sem comer de manhã, teria que se deitar mais cedo à noite (acabando por cortar na mesma a tal hora ao tempo em família), e provavelmente andaríamos todos mais cansados. Valeria a pena? A meu ver não. Vale a pena chamarem a polícia porque vou buscar o meu filho às 18h15? Eh pá ganhem juízo.

 

O colégio do meu filho fecha às 19h. Claro que é tarde. Claro que o ideal era os putos saírem às 16h. Ou 17h. Mas é caso de polícia? Não me lixem. Já agora, se as creches fechassem às 17h, como é que uma pessoa, mesmo que saísse às 17h, conseguia estar lá a tempo?

 

Mas Mia, achas bem que o teu filho passe tanto tempo na creche? Não. Obvio que não. Tanto não acho que mudei para um emprego com remuneração (bem) mais baixa para poder ter mais uma hora diária com ele. Mas tenho alternativa a trabalhar 8h por dia? Não tenho. Como não tem o comum mortal. Algumas pessoas podem partilhar as tarefas de ir levar e buscar os miúdos com outros membros da família (pai, avós, tios). Não é o meu caso. Chamem a CPCJ já!

 

É tão fácil olhar para os outros pais do alto da sua vida privilegiada e mandar postas de pescada enquanto se aponta o dedo, não é?

Autoria e outros dados (tags, etc)


31 comentários

Imagem de perfil

De Ninita a 24.01.2019 às 17:13

Sim, era tudo lindo e maravilhoso se saissemos todos as 17h e entrasse-mos as 09h. E ja agora, porque nao se fecha tudo ao fim de semana? e quando digo tudo, digo mesmo tudo. Para q possam todos passar tempo em familia.
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 11:57

E depois as famílias não podiam ir para os shoppings e eram forçadas a passar tempo juntas?? tss tss.. 
Imagem de perfil

De Happy a 24.01.2019 às 17:15

Essa é a realidade da maior parte dos pais. 
Ainda se ele dissesse que a situação ideal seria... blá blá, ok.
Ainda se vivessemos num país de salários altos ou de abonos família altos, que permitissem trabalhar apenas meio dia...
Agora atirar assim os pais para a fogueira, não se percebe! 
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 11:58

É típico de quem tem uma vida privilegiada e não consegue ver além do seu umbigo...
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 24.01.2019 às 18:11

E vamos a ver são os que dizem essas barbaridades os primeiros a despejar os filhos com qualquer um que lhes faça o trabalho de pais - amas, avós, tios, e por aí fora.
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 11:58

Li algures que este senhor tem uns 6 filhos, ou coisa que o valha. Quase que aposto um dedo mindinho em como não é ele que fica em casa com os putos.
Imagem de perfil

De Rita (porque minimalistas há muitas) a 24.01.2019 às 18:21

Até dá vontade de eliminar a conta do facebook, não é?  Enfim, há pessoas que realmente não se enchergam. 
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 11:59

Sim! Já pouco lá vou, e quando vejo estas barbaridades até fico cega...
Imagem de perfil

De Miss Lollipop a 24.01.2019 às 19:16

Também eu adoro essas mentes iluminadas que se acham no direito de comentar a vida alheia. Era tão bom que conseguíssemos estar com os pequenotes cedo. Pois é.  Mas há uma coisa que se chama trabalho e que é necessária para pôr pão na mesa. E que não se compadece com os horários dos pequenotes. Com a agravante que normalmente quem vai buscar o pequenote mais tarde ainda paga um valor extra. Pelo menos comigo era assim. Parabéns pelo texto e pelo destaque e continua assim. Não deixes que te enervem
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 12:00

Sim, era espectacular podermos todos sair cedo e passar tempo de qualidade com os miúdos. Eu a achar que era uma privilegiada por poder ir buscar a criança "cedo" e afinal sou uma mãe de merda...
Imagem de perfil

De Mamã Gansa a 24.01.2019 às 19:22

São pessoas que t~em quem lhes vá buscar e levar os filhos e acham que todos têm. Durante muitos anos saía às 18h30 e não conseguia ir buscar a filha antes da sete. Não tenho ninguém que o faça por mim.
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 12:01

E essa é a realidade de muita gente. Se não tivesse mudado de emprego, nunca chegaria antes das 19h/19h30. Parte-me o coração quando chego e ele é o último, mas quando não se tem alternativas não há nada a fazer!
Imagem de perfil

De C.S. a 24.01.2019 às 20:46

Estas afirmações generalistas são uma bela c****a (cagada, pronto!). 
Há quem vá buscar os miúdos cedo ou nem sequer os meta lá, mas depois passam menos horas que tu com o teu filho. Porquê? Porque os entregam à guarda de um qualquer ecrã... 
Cada caso é um caso. Um dia que eu tenha filhos, haverá dias em que vem para casa cedo e haverá outros que há de ser o último. Porque os meus horários e os do A. são flexíveis. 
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 12:02

Exactamente. E será melhor trazê-los para casa às 16h e deixa-los em frente à tv até irem dormir? Cada um sabe de si, e há aspectos da nossa vida que não controlamos, como é o caso do nosso horário de trabalho. Adoraria não precisar de trabalhar, ou poder só o fazer em part-time. Mas não dá, lamento.
Imagem de perfil

De Eu e a Outra a 24.01.2019 às 21:37

Alguém tem sempre algo a dizer quando o tema é maternidade e/ou educação... Em Inglaterra as escolas primárias fecham às 15h10. Os pais que trabalham matriculam as crianças no ATL que os vai buscar e toma conta deles até às 19h. Gostam ? Claro que não . Há outra solução? Também não.
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 12:04

No meu tempo as primárias eram só de manhã ou só de tarde. Mas havia avós que estavam em casa reformados e tomavam conta de nós. Isto na minha realidade. Quem não os tinha, ia recambiado para um ATL. Quem não podia... não sei. Não sei mesmo. Adorava que o meu filho tivesse uma infância como eu tive, mas hoje em dia não é possível. Não acho que seja justo condenar os pais por isso.
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 24.01.2019 às 21:49

Subscrevo tudo, porque é, ou foi (o meu filho já é mais crescido e, portanto, já tem um pouco mais de autonomia) o meu caso. Não há avós, tem tios, nem primos, nem nada a menos de 200 km, logo...já tinha lido este artigo. Este senhor enerva-me imenso...acho que é do tom de voz.
Imagem de perfil

De Mia a 20.03.2019 às 12:06

Eu nunca o ouvi falar, mas fiquei doida com isto. Tenho família perto, mas a família também trabalha. Ajuda a desenrascar numa situação de emergência, mas como regra não pode ser!
Conheço quem esteja nessa situação: longe da terra onde nasceu, só o casal e a criança. Contam só com eles, e não é sempre fácil.
Imagem de perfil

De Outra a 25.01.2019 às 09:52

é que é mesmo isto!

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Oh, não gostaste do que escrevi?