Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Está tudo bem, por agora.

por Mia, em 05.12.17

Sendo que por agora são as palavras dominantes, que me tiram o sono e não me deixam sossegar.

 


Já aqui tenho dito várias vezes: não quero um bebé precoce, quero um bebé normal e saudável. Mas o meu filho trocou-me as voltas.
Na consulta dos quatro meses, a pediatra verificou que a fontanela anterior estava já praticamente fechada. E isso é mau? Pode ser. E num bebé de quatro meses, tudo o que pode ser mau, é assustador.


A fontanela anterior localiza-se no alto da cabeça e é uma zona membranosa onde, tendencialmente, as pessoas evitam tocar por se pensar ser frágil. Este espaço "aberto" entre os ossos do crânio ajuda à passagem do bebé pelo canal de parto, bem como ao desenvolvimento do cérebro e crescimento do crânio.


Normalmente o encerramento da fontanela anterior ocorre entre os 6 e os 9 meses, sendo que apenas solidifica completamente já perto dos dois anos. Ora, tendo a moleirinha quase fechada aos quatro meses, não é difícil de entender que o cenário não é motivador. A cabeça tem que crescer juntamente com o cérebro, caso contrário pode acontecer a sua compressão e possíveis danos neurológicos. A juntar à festa da preocupação: um aumento de apenas 0,5cm de perímetro cefálico nos últimos 2 meses, não era animador.

 

Cranioestenose. A palavra que está em loop na minha cabeça há uma semana. O tratamento é só um: cirurgia. O mundo caiu-me aos pés, e forcei-me a não pesquisar mais sobre o assunto. Não que não quisesse saber - oh se quero, quero saber tudo - mas porque o exame que seria o passo seguinte foi marcado para uma semana após a consulta, e sei que consigo facilmente entrar numa espiral destrutiva e derrotista, se me propuser a isso.

Aguardamos, pacientemente ou não, a tal semana. Não sei quantas vezes olhei para ele e me desfiz em lágrimas, quantos pensamentos horrorosos me passaram pela cabeça, quantas vezes rezei e desejei com tanta força que estivesse tudo bem.

 

 

O exame foi ontem, e, neste momento, está tudo bem. O desenvolvimento do cérebro do monstrinho está a acontecer conforme expectável para a idade, e para já não é necessário fazer exames adicionais. É vigiar que a cabeça continua a crescer - nunca desejei tanto ter um bebé cabeçudo - e esperar pelo melhor.

 

Por aqui já se respira, mais ou menos, mas ainda sinto o perigo ali ao virar da esquina. Obrigada a todos pelas boas vibrações, parecendo que não, ajuda.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Sonhadora a 05.12.2017 às 15:49


Não há nada pior quando vivemos com essas dúvidas em relação à saúde dos nossos filhos, sei do que falo!
Ainda bem que está tudo bem. Muita força para vocês*
Imagem de perfil

De Mia a 31.01.2018 às 11:00

É mesmo... obrigada!**
Imagem de perfil

De kamini a 05.12.2017 às 16:13

Que ótimas notícias!!! Conheço perfeitamente essa sensação de recomeçar a respirar...Tenta relaxar... mantém a fé e o pensamento positivo. Felicidades!
Imagem de perfil

De Mia a 31.01.2018 às 11:00

As melhores notícias, mesmo. Obrigada!**

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Oh, não gostaste do que escrevi?