Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nunca fui feminista

por Mia, em 23.01.17

Acho que a verdadeira igualdade não está em sermos vistas como diferentes, frágeis, coitadinhas. Muito menos em exigir tratamento especial. Também acho que, em algumas coisas, mulheres e homens são diferentes, e pedir igualdade é tão surreal como eu querer um unicórnio de estimação. Não concordo com tudo o que foi defendido na manifestação feminista, nem com todos os argumentos usados, mas, de uma forma geral, foi bonito pá!

 

5883f7ce1200003e0aad8f80.jpeg

1485026938.jpg

C2gRXgSUAAAuVOK.jpg

C2s_om-WQAAVDBp.jpg

C2th2iLWEAEsMxv.jpg

C2usn3YWQAICkar.jpg

C21IHfbWIAE-tvo.jpg

C2wXSGtUkAAkGP5.jpg

foijdse3.jpg

sub-buzz-16626-1485022585-1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De nervosomiudinho.blogs.sapo.pt a 23.01.2017 às 20:28

Sou feminista. Não concordo com as feministas que acham/pregam um feminismo como oposto do machismo, por isso não gosto da página capazes, por discordar de 90% deixei de seguir. 
Imagem de perfil

De Mia a 24.01.2017 às 10:15

Não concordo, de todo, com o feminismo apregoado nessa página. Aliás, acho que é muito por elas que hoje em dia quando se fala em feminismo as pessoas reviram os olhos e assumem imediatamente que são tolinhas histéricas.
Imagem de perfil

De nervosomiudinho.blogs.sapo.pt a 24.01.2017 às 10:35

Exacto, o feminismo é pela igualdade. Simples, depois há (tanta) gente que confunde tudo e só prejudica. Estive a ler um testemunho muito interessado de uma nativa americana na marcha, durante a marcha tiveram que levar com ignorância de muitas mulheres (brancas). 
Imagem de perfil

De Mia a 24.01.2017 às 13:23

O problema muitas vezes está na definição de igualdade. Homens e mulheres não são, nem podem ser iguais, e é preciso saber escolher quais as causas pelas quais lutar. Se eu acho que mereço receber tanto como um homem que faça o mesmo que eu? Pois claro que acho, e tenho perfeita noção de que isso não acontece e é vergonhoso. Mas, por exemplo, a história da barbearia de há uns tempos? Havia necessidade daquele chinfrim todo? Depois ninguém as leva a sério, pois claro que não.
Imagem de perfil

De nervosomiudinho.blogs.sapo.pt a 25.01.2017 às 11:04

A igualdade que se pretende é de oportunidades. Eu sei pintar, fiz cimento, sei tomar azulejos, sei envernizar, sei colocar piso flutuante, porque quando era para ajudar sempre fomos os dois quer nas renovações quer a fazer o jantar. O tu não quereres ou não conseguires nada tem a ver com outra mulher que queira e consiga ou um homem que igualmente não queira ou não consiga. Salários iguais para a mesma função, sem tectos de vidro. (a barbearia foi uma estupidez, como não faltam pessoas estúpidas em todos os movimentos, homens e mulheres, aí está garantida a igualdade, porque mau uso de argumentos é universal). 
Imagem de perfil

De Mia a 25.01.2017 às 11:08

Precisamente, igualdade de oportunidades! Não essa igualdade cega que as feministas "da moda" apregoam...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?