Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O meu coração não aguenta

por Mia, em 03.11.17

Eram três da manhã e dormíamos todos. Acordei com um barulho, o bebé estava engasgado. Mas não era o engasgado normal - tem demasiada saliva e não sabe o que lhe fazer, tosse, vira para o lado e dorme. Não era isso, era qualquer coisa diferente, tão diferente que me fez levantar como se tivesse uma mola e, imediatamente, colocar o miúdo na vertical. Não sei o que me fez perceber que era mais grave do que o normal, não sei o que me impulsionou a agir desta forma com tanta rapidez, e não quero pensar no que poderia ter acontecido se ele já estivesse a dormir no quarto dele.

 

Segurei-o ao alto e começou a cuspir leite e saliva. Dei-lhe palmadinhas nas costas, limpei-lhe a cara, achei que ia passar, mas não passou. Sentia-o aflito, uma respiração difícil, algo não estava bem. Não respirava bem ele, e não respirava bem eu. O pai pegou-lhe e virou-o ao contrário. Eu gelada, sentia o coração a bater-me na boca. Ele, calmamente, dava-lhe pancadinhas nas costas enquanto o mantinha de barriga para baixo. Chamo uma ambulância? - a âmbulância não vai chegar a tempo, pensava - diz-me o que fazer, estou bloqueada, não consigo pensar!! Fez-me sinal que olhasse para o bebé, que começava a respirar normalmente. Do nariz e da boca saía-lhe uma espécie de espuma, uma misturada de leite, saliva e ranho. Voei para o quarto dele e trouxe o aspirador nasal, e desobstruí-lhe as narinas. Vamos ao hospital na mesma, prefiro pecar por excesso de zelo, disse, enquanto me vestia. Trocamos o miúdo de colo e o pai, por sua vez, vestiu-se. Talvez seja melhor antes disso limpar-lhe o nariz com soro, só para ele respirar mesmo bem? Sim. Limpamos o nariz, e de imediato voltamos a ter um bebé sorridente e bem disposto. "A mama é conforto", dizem, por isso resolvi que lhe ia dar de mamar antes de sairmos de casa com ele. Não quis. Assim que lhe peguei, aninhou-se no meu colo e dormiu, e acabamos por decidir que o melhor seria não o tirar de casa, a meio da noite gelada, por uma situação que estava resolvida. Passei a noite deitada ao lado dele a observá-lo, e os dias seguintes sem conseguir dormir em condições. Não tenho estaleca para isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:42


2 comentários

Imagem de perfil

De Fatia Mor a 03.11.2017 às 16:07

Ainda bem que está tudo bem. Claro que tens estaleca. Vais ter sempre! Um beijinho
Imagem de perfil

De Mia a 07.11.2017 às 19:13

Vamos ver! Fiquei assustadíssima por ter bloqueado, não sei como teria sido se estivesse sozinha :(

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?