Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aqui há uns anos contaram-me de um colega de profissão que tinha deixado os computadores e se tinha dedicado à apanha da amêijoa. Aquilo foi motivo de gozo por toda a gente durante imenso tempo. Pobres inocentes.

Não raras vezes, dou por mim a pensar nesse fulano e em como ele foi esperto. Penso, mais vezes do que seria expectável, que gostava tanto de viver de outra coisa mais simples. Talvez não da apanha da amêijoa, que agora com o frio era gajo de ser incómodo. Mas ontem à noite, mesmo antes de adormecer, já com saudades do meu homem e nervosa pelo projecto que começo hoje, dei por mim a sentir uma pontinha de inveja da minha empregada doméstica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?