Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É assim que me sinto.

Desde que perdi o bebé, muito pouco me interessa. Não me importa se é dia de trabalho ou fim de semana, se chove ou está sol, se fico em casa ou tenho algum programa mais interessante para fazer. Não quero saber, tudo me enerva, tudo me entedia.

Sei, se usar a cabeça, que não me posso deixar dominar por estes sentimentos. Que não me trazem nada de bom. Que não posso chorar sobre o leite derramado. Sei de cor todas as frases motivacionais, oiço todos os conselhos de algibeira que as pessoas vão partilhando comigo mesmo que eu não peça. Sei que a vida é mais que isto, que não é o fim do mundo, que podia estar muito pior. Que não morri, e não posso agir como se mais nada me importasse. E ainda assim, a razão perde para a emoção e eu sou só uma casca, sem alma, que aqui anda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?