Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Vai ficar tudo bem"

por Mia, em 15.02.15

Está aí a fazer um ano que uma das minhas melhores amigas perdeu o namorado. Ele era um rapaz jovem e promissor, eles tinham uma relação fresquinha e ainda na fase amor-cor-de-rosa-tanto-mel-que-mete-nojo, era um dia normal, igual a tantos outros. Estiveram juntos, despediram-se normalmente - iam estar juntos amanhã, não era preciso grandes despedidas - e depois um terrível acidente aconteceu. Sabia-se que havia vítimas, mas ele não era uma delas, não podia ser. Havia certamente uma explicação para tudo: para o facto de ele não atender o telemóvel, de não dar notícias, de ninguém saber dele. Ele não era, não podia ser um dos feridos. As notícias chegavam-nos pela comunicação social, e diziam já ter notificado as famílias das vítimas, e a dele continuava sem saber de nada, portanto não era ele. Não era. Eu, a 3000km de distancia, passei horas ao telefone com ela. Disse-lhe vezes sem conta que ia ficar tudo bem. Ela teimava em não acreditar. A dada altura, perguntei-lhe:

- eu alguma vez te menti?

- não.

- acreditas em mim?

- sim.

- então acredita no que eu te digo, vai ficar tudo bem.

 

Não ficou.

Ele morreu, a comunicação social estava errada, e havia de facto um motivo para ele não dar notícias, e era o pior possível.

 

Ela não se lembra disto. Nos momentos que seguiram aquele turbilhão de emoções, muita coisa se apagou, e para ela aquele momento e os dias, semanas, meses seguintes são uma névoa. Mas eu, eu nunca me esquecerei. Nunca me sairá da cabeça o dia em que fiz uma promessa falsa, em que jurei que ia ficar tudo bem, sem saber se ia. O dia em que criei uma ilusão vã numa pessoa, para ser depois desfeita em mil pedaços.

 

Hoje, uma outra amiga está a passar um momento difícil, precisa de apoio e precisa de alguém que lhe diga que "vai ficar tudo bem". E eu simplesmente não consigo fazê-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 23.02.2015 às 15:51

Pensa que, se calhar, o facto de teres dito à tua amiga - à primeira - ajudou-a. Mesmo que ela não se lembre e mesmo que tu aches que lhe mentiste. É que, se calhar, não mentiste. Não ficou bem mas um dia vai ficar. fica sempre que o tempo é bom a ajudar a esquecer certas mágoas (assim o deixemos). E quanto à segunda amiga, bom, mais que as palavras, valem os actos. E se ela souber que estás por perto e que estás "com ela" já pode ser o suficiente para ela acreditar que vai ficar tudo bem 
Imagem de perfil

De Mia a 27.02.2015 às 02:19

No primeiro caso, ainda que tenha ajudado foi uma promessa falsa, foi levantar expectativas que estavam em baixo para serem novamente arrasadas, e acho que isso é ainda pior. Foiums lição de vida. Agora sim, é estar por perto, mas às vezes quase que sai o "vai ficar tudo bem", força do hábito...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Oh, não gostaste do que escrevi?