Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Vai ficar tudo bem"

por Mia, em 15.02.15

Está aí a fazer um ano que uma das minhas melhores amigas perdeu o namorado. Ele era um rapaz jovem e promissor, eles tinham uma relação fresquinha e ainda na fase amor-cor-de-rosa-tanto-mel-que-mete-nojo, era um dia normal, igual a tantos outros. Estiveram juntos, despediram-se normalmente - iam estar juntos amanhã, não era preciso grandes despedidas - e depois um terrível acidente aconteceu. Sabia-se que havia vítimas, mas ele não era uma delas, não podia ser. Havia certamente uma explicação para tudo: para o facto de ele não atender o telemóvel, de não dar notícias, de ninguém saber dele. Ele não era, não podia ser um dos feridos. As notícias chegavam-nos pela comunicação social, e diziam já ter notificado as famílias das vítimas, e a dele continuava sem saber de nada, portanto não era ele. Não era. Eu, a 3000km de distancia, passei horas ao telefone com ela. Disse-lhe vezes sem conta que ia ficar tudo bem. Ela teimava em não acreditar. A dada altura, perguntei-lhe:

- eu alguma vez te menti?

- não.

- acreditas em mim?

- sim.

- então acredita no que eu te digo, vai ficar tudo bem.

 

Não ficou.

Ele morreu, a comunicação social estava errada, e havia de facto um motivo para ele não dar notícias, e era o pior possível.

 

Ela não se lembra disto. Nos momentos que seguiram aquele turbilhão de emoções, muita coisa se apagou, e para ela aquele momento e os dias, semanas, meses seguintes são uma névoa. Mas eu, eu nunca me esquecerei. Nunca me sairá da cabeça o dia em que fiz uma promessa falsa, em que jurei que ia ficar tudo bem, sem saber se ia. O dia em que criei uma ilusão vã numa pessoa, para ser depois desfeita em mil pedaços.

 

Hoje, uma outra amiga está a passar um momento difícil, precisa de apoio e precisa de alguém que lhe diga que "vai ficar tudo bem". E eu simplesmente não consigo fazê-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:23


2 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 23.02.2015 às 15:51

Pensa que, se calhar, o facto de teres dito à tua amiga - à primeira - ajudou-a. Mesmo que ela não se lembre e mesmo que tu aches que lhe mentiste. É que, se calhar, não mentiste. Não ficou bem mas um dia vai ficar. fica sempre que o tempo é bom a ajudar a esquecer certas mágoas (assim o deixemos). E quanto à segunda amiga, bom, mais que as palavras, valem os actos. E se ela souber que estás por perto e que estás "com ela" já pode ser o suficiente para ela acreditar que vai ficar tudo bem 
Imagem de perfil

De Mia a 27.02.2015 às 02:19

No primeiro caso, ainda que tenha ajudado foi uma promessa falsa, foi levantar expectativas que estavam em baixo para serem novamente arrasadas, e acho que isso é ainda pior. Foiums lição de vida. Agora sim, é estar por perto, mas às vezes quase que sai o "vai ficar tudo bem", força do hábito...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Oh, não gostaste do que escrevi?